Low profile nightlife: Neue Heimat

A diversidade de opções da vida noturna berlinense não cansa de me surpreender. Um dos achados do verão desse ano para o público na faixa dos 30 – 40 anos foi o Neue Heimat (Revaler Str. 99 – S + U Warschauer Str.) que foi sede de food markets, feirinhas de roupas, sessões de cinema e festas.

Espaço gastronômico
Espaço gastronômico

O lugar, que possui dos galpões e um espaço open air, abriu na última sexta a sua temporada indoor. A decoração, com fios de luz, velas e flores transforma o que era um galpão abandonado, cheio de grafites, num ambiente bem acolhedor – perfeito para quem quer fazer um happy hour beliscando uma comfort food e para os namoradeiros que querem curtir uma vida noturna low profile.

Grafite, luzes e flores. O ambiente indoor do Neue Heimat é acolhedor.
Grafite, luzes e flores. O ambiente indoor do Neue Heimat é acolhedor.

O ponto alto da noite foi a jam session de jazz (ingresso a 3 Euros), que começa a partir das 22h, com artistas de várias nacionalidades tocando quase como de  improviso no palco. Há uma pequena arquibancada com almofadas, um bar e o palco onde os músicos se revezam com muita descontração e dão de presente uma ótima experiência musical para o público.

 

 

5 dicas para curtir o outono em Berlim

A chegada do outono possibilita aproveitar a cidade de uma maneira bem particular, mais tranquila e ainda na rua, com uma paisagem dourada-alaranjada. O final de setembro já exige que a gente tire um casaco mais quentinho do armário, muda o cardápio dos restaurantes  e oferece uma série de programas bacanas pelos arredores da cidade. Selecionamos algumas dicas para você curtir o que Berlim tem de melhor durante o outono.

1. Aproveitar a temporada gastronômica da abóbora

A temporada da abóbora começou e maioria dos restaurantes já incluiu a fruta nos seus cardápios. Como a temperatura está mais amena, a abóbora aparece em sopas e cremes e como molho de massas. É uma delícia. A temporada vai até metade de novembro.

sopa_abob_trat

 

2. Curtir a paisagem dourada dos parques

Seja para fazer um piquenique, um passeio de bici ou uma caminhada nos dias de sol, os parques de Berlim ficam lindos durante o outono com a queda das folhas. Volkspark am Friedrichshain, Treptower Park e o Tiergarten são sempre boas opções.

20140923_134054
Volkspark Wilmersdorf ainda verdinho

 

3. Conferir o circuito alternativo de cinema

Cinema é um bom programa em qualquer estação. E por sorte, Berlim está cheio de pequenos cinemas alternativos com uma seleção de filmes bem interessante com versões originais (em inglês). Abaixo alguns dos que eu mais gosto.

Kino Eiszeit Kreuzberg

Acud Kino Mitte  / Prenzlauer Berg

Blauerstern Pankow (Só em alemão :( )

Rollberg Kino Neukölln

Descobri um app bem bom chamado Kinoradar que mostra toda a programação atual dos cinemas, basta indicar o PLZ (cep) de onde você está ou ativar o GPS do celular.

Kino International - na antiga Ost Berlin
Kino International – na antiga Ost Berlin

 

4. Perder o medo da sauna

Os arredores de Brandemburgo estão cheios de complexos de águas termais, com piscinas aquecidas e saunas. Quem quer tirar o final de semana para relaxar, pode ficar em um dos hotéis das redondezas ou somente fazer um spa day. Mas nada de mimimi, nas dependências da sauna, aplica-se o conceito da cultura do corpo livre (FKK) – tudo com muito respeito. Quanto melhor as dependências do lugar, mais caro o ingresso, que pode chegar a 70 Euros o Tagesticket. As termas Neurupinn e Bad Saarow são sempre bem recomendadas. Em Berlim, a mais famosa é a Liquidrom, mas eu nunca estive lá. As opções mais em conta são as piscinas públicas (Halle) da Berliner Bäder-Betriebe.

Neuruppin - um paraíso
Neuruppin – um paraíso

 

5. Começar um curso ou um novo hobby

O começo do outono marca o inicio do ano letivo, com ele,  há diversas ofertas de cursos… quem sabe não é a hora de melhorar o alemão, fazer aquele curso de dança ou finalmente ir pra academia? Ano passado nessa época, por exemplo, fiz um curso de dança (valsa, discofox, foxtrott, chachacha, tango e salsa) na Tanzschule am Bürgerpark. As instalações do lugar são tão bonitas que cada aula parecia um baile. Durante as pausas ainda era possível degustar um bom vinho ou uma cervejinha gelada. Imperdível.

Tanzschule am Bürgerpark
Tanzschule am Bürgerpark

 

 

 

Manual de sobrevivência girlie de Berlim

Atendendo a pedidos das nossas leitoras lulus, um resumo com dicas e serviços de beleza em Berlim.

Não importa se você está aqui a passeio, para estudar ou para ficar de vez. Algumas informações são sempre importantes de ter na mão. A maioria das mulheres brasileiras busca alguns serviços que nem sempre se encontram com a mesma facilidade por aqui. Baseada na minha experiência, listei algumas dicas de serviços, estabelecimentos e até algumas práticas DIY que eu recomendo para a “sobrevivência” em Berlim.

CABELO

Salão

Esqueça aquela relação de amizade com seu/sua cabeleireiro/a do Brasil. Na Alemanha isso é bem mais impessoal – mas não significa que os profissionais não sejam gentis e atenciosos. Claro que há profissionais brasileiros que atuam por aqui e que são populares nas comunidades brazucas locais. Eu já me arrisquei em alguns salões alemães para fazer mechas. Até agora, em três eu fiquei realmente satisfeita, são eles:

Locke & Glatze (falam inglês)
Kastanienallee 5910119 Berlin
Tel.: (0)30 44 82 62 0

Essanelle Potsdamer Platz (falam inglês)
Potsdamer Str. 1 10785 Berlin
Tel.: 0 30 / 25 29 61 35

Bernd J. Friseure (não sei se falam inglês, sorry :( )
Badensche Straße 33
10715 Berlin
Telefon: 030 – 861 18 89

 

Produtos profissionais para cabelo 

Pra quem gosta de comprar linhas profissionais para cabelo (Kérastase, Redken, Joico, Tigi, etc.), a Hagel Shop é uma loja online que vende todas essas marcas com preços mais baixos dos que os dos salões alemães. Geralmente há promoções de produtos com tamanhos XL (de um litro, por exemplo) e não há taxa de entrega para vendas a partir de 20 Euros.  Os preços são absurdamente mais baratos do que no Brasil. Se você assinar a newsletter, eles mandam cupons de desconto praticamente todos os meses.

Página da  Hagel Shop
Interface da Hagel Shop

Preciso fazer progressiva, e agora?

Até agora, só vi cabeleireiros brasileiros que oferecem escova progressiva, inteligente e semelhantes. Eles cobram em torno de 100 Euros, dependendo do comprimento do cabelo. Como eu cuido do meu cabelo há muito tempo, resolvi comprar o produto no Brasil e fazer eu mesma. Eu uso a linha Plástica dos Fios da Cadiveu e gosto muito, porque o produto não é muito agressivo e deixa o cabelo liso. Tem um vídeo da blogueira Tatiana Lobo  que eu usei para me basear pra fazer o processo sozinha. Tenho feito isso há dois anos, parei de me incomodar com o cabelo e ainda economizo um bom dinheiro. Mas isso fica por conta e risco de cada uma. Na dúvida, invista na saúde do seu cabelo e vá num profissional. Na comunidade Brasileiros em Berlim no Facebook há várias pessoas que oferecem esse serviço.

Adeus cabeleira crespa!
Adeus cabeleira crespa!

 

CORPO

Depilação em Berlim

Cera fria e de microondas (que se retira com tiras de papel) são vendidas nas farmácias (Rossmann, DM, etc.).  Eu nunca vi pra vender a nossa cera, mais consistente, que se remove com a mão. O jeito é trazer do Brasil. Há vários salões de Brazilian Waxing em Berlim, e a opinião das brasileiras daqui varia. O que eu recomendo é o Bella Brasil. A dona é brasileira e o trabalho deles é muito bom. Eles também oferecem serviços de manicure e cabeleireiro, feitos por profissionais brasileiros.

Bella Brasil
Große Hambuger Straße 19a
10115 Berlin
Telefon: 030 – 27 58 11 88

videobild-bellabrasil-nuernberg

Mão e pé em Berlim

Há vários salões de manicure em Berlim, mas a grande maioria é para aplicar unhas postiças. Fica até bonito num primeiro momento (se você não opta por uma garra, é claro), mas enfraquece a unha absurdamente e a manutenção é muito cara. Sendo que para removê-las também é preciso pagar. Eu não recomendo MESMO. Alguns salões que fazem mão mais do nosso estilo geralmente não usam alicate, só empurram a cutícula. (!!!! Atualização, a Fernanda, uma das nossas leitoras, comentou dizendo que já foi em três salões em que retiram a cutícula com alicate sim, mas a pintura ainda deixa a desejar!!!) Por isso, fazer as unhas foi uma proeza que eu tive que aprender na marra. Mas há esmaltes aqui que facilitam a prática e que duram quase uma semana. Meus preferidos são os da Essie (à venda na DM e na Douglas por cerca de 7 Euros cada).

Coleçãozinha particular de esmaltes Essie
Coleçãozinha particular de esmaltes Essie

 

ROSTO

Maquiagem em Berlim

Muitas meninas que vêm para a Alemanha se decepcionam pela falta da Sephora. Mas não é difícil encontrar maquiagem de qualidade por um preço acessível. As farmácias DM e Rossmann oferecem as marcas básicas com o L´óreal, Maybelline, Max Factor e Essence (essa última, bem em conta). A marca italiana Kiko, que vem ganhando popularidade entre as alemãs, possui lojas próprias em diversos shoppings em Berlim. Já as marcas top, Mac, Benefit, Clinique, Bobbi Brown, Nyx, etc encontram-se na Douglas e nas  grandes lojas de departamento: Galeria Kaufhof, Karlstadt e Kadewe. Pra quem ama a Urban Decay, dos desejados estojos de sombras Naked, a Douglas está vendendo a marca online. Ainda não há previsão para a venda nas lojas físicas.

Espero ter ajudado. Qualquer sugestão ou dica bacana, não deixem de comentar ou escrevem um email! :)

Festival Internacional da Literatura de Berlim

Começa hoje o Internationales Literaturfestival Berlin (ou Festival Internacional da Literatura).  Até o dia 20, a cidade recebe escritores do mundo todo que se encontram em vários eventos em centros culturais, bibliotecas  e teatros. A programação completa está disponível aqui.

logo

Aproveitando o ensejo, estou lendo o livro Jeder Stirb für Sich Allein, em inglês Every Man Dies Alone, do escritor alemão Hans Fallada. O livro conta uma das histórias da resistência alemã contra o nazismo durante a II Guerra, baseada na vida de Otto e Elise Hampel, trabalhadores da classe operária de Berlim contrários ao partido. Ao perderem seu filho na guerra, eles começam a enviar propaganda contra o nazismo em cartões postais.

Obra de Hans Fallada: a must read
Obra de Hans Fallada: a must read

Fallada escreveu o livro em menos de um mês, em 1946, enquanto estava internado no Berliner Charité devido ao alcoolismo e vício em morfina. Ele morreu em 1947, três meses após a edição do livro.  Em 2009 o livro foi traduzido para diversos idiomas (infelizmente Português ficou de fora) e nomeado como um dos melhores livros do ano pelo New York Times Book Review, The New Yorker e pelo London Telegraph. Eu comecei e estou gostando muito. A narrativa de Fallada prende o leitor desde a primeira pagina pelo suspense e pela tensão do que era a vida durante o regime nazista, em que quem não era membro do partido era automaticamente seu inimigo. Para quem ainda não se garante no alemão (eu também comprei em inglês), a versão em inglês é vendida nas livrarias de Berlim e pode ser comprada também nas principais livrarias brasileiras. A must read!

 

Dicas do findi em Berlim

Chegou mais uma sexta-feira de spätsommer (verão tardio). Se a previsão do tempo não falhar, os berlinenses vão curtir sol e 25oC, por isso vá pra rua antes que o sol resolva hibernar de vez.

1- Freiluftkino

Freiluftkino am Friedrichshain
Freiluftkino am Friedrichshain

A temporada dos cinemas open air termina agora na metade de setembro. Eles estão espalhados por vários bairros da cidade, passam lançamentos e alguns sucessos que já saíram de cartaz. Não esqueça de levar uma cobertinha porque de noite faz muito frio.

Freiluftkino Friedrichshain – dentro de um dos parques mais bonitos de Berlim.

Freiluftkino Rehberge – No coracão de Wedding
(os dois cinemas funcionam só até este domingo dia 7.9)

Freiluftkino no Checkpoint Charlie (até o dia 11.9) com filmes sobre Berlim dividida. A programação está no link.

 

2 – Festival First We Take Berlin

Foto: Keyvisual
Foto: Keyvisual

Super festival de música indie e eletro-pop em diversos clubes espalhados por Kreuzberg. O evento faz parte da Berlin Music Week e conta com apresentações gratuitas também nas ruas (But First We Take The Streets). Informações, line up e timetable no link. Em paralelo rola o Berlin Festival, que este ano está mais voltado para a música eletrônica do que pro rock.

bf2014
 

3 – Ir na IFA Consumer Eletronics Unlimited (Feira de tecnologia) e no TEDx

ifab2b_layout_images_logo

A feira reúne as principais marcas de eletrônicos que apresentam seus lançamentos e tendências tanto em tecnologia móvel como para o lar. Para encantar o público, as marcas montam diversas atrações nos estandes para que as pessoas possam interagir e experimentar as novidades que em breve serão comercializadas. O evento ocorre na Messe Berlin no final de semana. Lá será realizada ainda, no sábado, mais uma edição do TEDx. Quem compra ingresso pro TEDx, pode visitar a feira.

 

4 – Domingo de lojas abertas

Para quem quer aproveitar o final de semana para fazer compras, o comércio abre neste domingo em função da IFA entre 13h e 18h. Alexanderplatz, Ku’damm, e Schlossstr. devem bombar.

 

5 – Tomar Federweisser

123ffc18a7fg213

Um dos sinais de que o verão está chegando ao fim é ver as garrafas de Federweisser de volta nos supermercados. O “vinho” é vendido nas versões branco e rosé  e é bom ser degustado beeem gelado. É tao refrescante e frisante que parece refrigerante. Até o começo de novembro tem.