Arquivo da categoria: Vai ter

Só até domingo (24.8) – Exposição David Bowie

Pra quem está em Berlim até o próximo domingo, vale a pena conferir a exposição do David Bowie no Martin-Gropius-Bau.

A exposição conta com um acervo diverso do cantor – incluindo esboços originais de suas canções, algumas das roupas emblemáticas usadas na época do Ziggy Stardust e discos, mas o ponto alto  é a sua característica multimídia. Cada visitante ganha um áudio guide, que funciona em sintonia com os projetores e telões. Além vídeos de depoimentos e reportagens, há os clássicos clipes  e muitas performances ao vivo. Muito bacana mesmo. Em uma das salas, com projetores do teto até o chão, tem-se a impressão de se estar num concerto. Fiquei a maior parte do tempo ali.

Achei isso legal porque a visita é bem “independente”. Cada um curte uma atracão e sua determinada música pelo tempo que quiser e no volume que bem entender sem incomodar o próximo.

Pros que estão de férias, recomendo ir agora durante a semana, e de preferencia, cedo. Ontem (domingo à noite), tinha muita gente e, em alguns momentos, havia fila para ver determinadas exibições. Logo chegou a hora de fechar e os funcionários simplesmente nos enxotaram de lá. Uma pena, pois não deu para ver tudo direito.

Os ingressos, que custam 15, 20 €, estão esgotados na loja online, mas é possível conseguir na bilheteria. A visita vale não apenas para quem ama o David Bowie <3, mas pros que curtem a história do rock, da moda, do cinema e da arte contemporânea – porque em todas essas vertentes , há um tanto de inspiração vinda dele.

O quê: Exposição David Bowie
Onde: Martin-Gropius- Bau (Niederkirchnerstraße 7, 10963 Berlin)
Quando: Diariamente, das 10h às 20h até o dia 24.8
Quanto: 15,20 €

 

5 Lugares bacanas para… CURTIR A COPA

Berlim está a mil com as preparações para a Copa. Além dos diversos bares e restaurantes que transmitirão os jogos que – no fuso local – serão sempre a partir do fim da tarde, centros culturais, biergartens, parques ou qualquer lugar a céu aberto pode se tornar palco para a transmissão dos jogos. A maioria dos eventos são gratuitos. Confere nossas sugestões e programe-se.

1 – Kulturbrauerei

Public_Viewing_Kulturbrauerei_2014_003

O centro cultural no coração de Prenzlauer Berg tornou-se popular na transmissão dos jogos a partir da Copa de 2006. Será instalado um telão de LED de 24m2. Haverá venda de bebidas e lanches diretos da grelha. Caso chova, é possível acompanhar os jogos nos bares e boates do próprio centro.

Pontos positivos: O lugar é bonito e há diversas opções gastronômicas ao redor. O Kulturbrauerei é apreciado pela gurizada local. É legal de ver como eles são tão fanáticos por futebol como os brasileiros. Pra quem está solteiro(a), é um bom lugar para ver e ser visto(a).

Pontos negativos: Os jogos da meia-noite não serão transmitidos.

Onde: Kulturbrauerei – Knaackstr. 97, 10435 Berlin
Quanto: 3 Euros nos dias de jogos da Alemanha e na final, nos demais, gratuito.

 

2 – Haus der Kultur der Welt

hkw

A Casa da Cultura dos Mundos, HKW, oferece uma rica programação cultural durante a Copa, a “Copa da Cultura 2.0”. Além da transmissão dos jogos, ocorrem show de artistas brasileiros, entre eles Ed Motta e Emicida. A entrada é franca para assistir aos jogos. O ingresso para os shows variam entre 5 a 36 Euros.

Pontos positivos: A programação é legal para quem tem algum(a) amigo(a) de fora que quer conhecer um pouco mais da cultura brasileira fora dos campos.

Pontos negativos: Ainda sem avaliação

Onde: John-Foster-Dulles-Allee 10 – 10557 Berlin
Quanto: Gratuito para a transmissão dos jogos

 

3 – Beach Bar Yaam

Forca_yaam_web

O Yaam é um centro sociocultural e um beach bar na beira do rio Spree. O lugar é conhecido pela comunidade brasileira de Berlim por sediar uma grande festa Junina. Durante a copa, o Yaam oferece a programação “Força Yaam!”

Pontos positivos: Haverá toda uma programação musical com DJs brasileiros e africanos. Já dá pra engatar uma festa depois.

Pontos negativos: Se chover, a função deve perder a graça, visto que o lugar é openair.

Onde: An der Schillingbrücke – 10243 Berlin
Quanto: Gratuito

 

 

4 – Pfefferberg

20140602_140807

Quem está em Berlim a passeio durante a Copa, pode dar um pulo no Pfefferberg. A antiga cervejaria foi restaurada e tornou-se outro centro cultural com restaurantes, teatro, galerias de arte e albergue no comecinho de Prenzlauer Berg. Para a Copa, serão instalados dois telões no Biergarten.

Pontos positivos: A cerveja servida no Biergaten, “Pfefferbräu”, é produzida ali mesmo no Pfefferberg, uma boa para os apreciadores de cerveja artesanal. Serão oferecidas cervejas sazonais e experimentais.

Pontos negativos: Ainda sem avaliação

Onde: Schönhauser Allee 176 – 10119 Berlin
Quanto: Gratuito

 

5 – Prater

20140320_154803

O Prater é o mais antigo e um dos maiores biergartens de Berlim. Além da parte externa, há também um restaurante. Já falamos dele no post sobre as 10 coisas para fazer quando se está em Berlim. O lugar é uma delícia e dá pra ir com um grupo maior de amigos.

Pontos positivos: O Prater parece uma barraca da Oktoberfest a céu aberto. Há petiscos e um restaurante.

Pontos negativos: Chuva. Os jogos da meia-noite da primeira fase não serão transmitidos.

Onde: Kastanienallee 7 – 9 10435 Berlin – Prenzlauer Berg
Quanto: Gratuito

 

 

A lista ainda vai longe. Haverá transmissão também no Brandenburger Tor, no Zitadelle Spandau, no Teehaus do Tiergarten, na Postbahnhof, no Wannsee, entre outros. Quem tiver mais dicas de outros lugares, pode compartilhar conosco nos comentários. E na dúvida, seja qual for o seu destino, não esqueça de chegar cedo para garantir um bom lugar e não perder nenhuma jogada.

 

*a equipe deBerlim não se responsabiliza por mudanças na programação nem pelas informações fornecidas sobre os serviços oferecidos pelos estabelecimentos aqui citados.

Vai ter: Karneval der Kulturen

No final de semana ocorre a maior e mais esperada festa de rua berlinense

Karneval der Kulturen 2013 from Karneval der Kulturen on Vimeo.

Ao contrário do pessoal de Colônia, os berlinenses esperam o verão chegar pra botar o povo na rua para sambar… ou dançar qualquer coisa saia das baterias e trios elétricos. O Karneval der Kulturen define-se como um festival urbano que mostra a diversidade de Berlim. Com uma programação de quatro dias – com entrada franca – o evento celebra as várias culturas que a capital da Alemanha coleciona por entre suas esquinas.

O programa completo do carnaval você encontra aqui.  Tem de tudo, música, performances, gastronomia e dança espalhados pelos arredores de Hallesches Tor, Mehringdamm e Hermannplatz. Mas o ponto alto é o tradicional desfile de domingo, dia 8, que fecha as ruas de Kreuzberg e reúne cerca de 5,3 mil participantes divididos entre 82 grupos culturais – 74  de Berlim e oito convidados. Já o público esperado está na casa das 70 mil pessoas. O desfile começa às 12h30 em Hermannplatz, passando por Hasenheide e Gneisenaustraße e termina em Mehringdamm, lá pelas 21h. Imperdível.

Pra quem tá com saudade do Brasil, pode aproveitar pra dançar um batuque e tomar uma caipirinha nos vários bares espalhados pelas ruas por onde o desfile passa. Pra quem está visitando Berlim e tem a sorte de estar presente na época do carnaval, não perca. É uma grande festa incrível, multicultural, de graça e ao ar livre!

Dicas úteis:

– Tem que gostar de multidão: prepare-se para encarar um metrô lotado ao chegar perto de Kreuzberg. As plataformas também ficam cheias. Em função do bloqueio das ruas, é preciso ter paciência para conseguir chegar em determinados lugares.

– Banheiro: a maioria só nos bares ao redor, e tem que pagar normalmente a partir de 0,40 centavos de Euro.

– Tempo: a previsão aponta 30oC. É verão. Roupas leves e confortáveis são regra.

– Comunicação: como há muita gente aglomerada, o celular nem sempre funciona. Nem SMS vai. O jeito é marcar um horário e um ponto de encontro pra encontrar o pessoal.

Gurizadinha no ano passado - inesquecível
Gurizadinha no ano passado – inesquecível

 

 

Exposição: As evidências de Ai Weiwei

Até o dia 7 de julho ocorre a exposição do artista plástico e designer chinês Ai Weiwei no Martin-Groupius-Bau, em Berlim. Ai Weiwei é conhecido e respeitado internacionalmente em função do seu ativismo político contra o regime autoritário e censor da China – seja por meio de suas obras como pelas sua presença na internet.

Reprodução da cela onde Ai Weiwei ficou preso por 81 dias em 2011.
Reprodução da cela onde Ai Weiwei ficou preso por 81 dias em 2011.

 

20140531_175817

 

Após ser preso em 2011, acusado de pornografia, sonegação fiscal e promoção da “desordem” no país, Ai Weiwei não recebeu seu passaporte de volta e, até hoje, não pode deixar o país. Apesar de ser constantemente boicotado na China pelo governo por meio de multas e novas acusações – as atividades de Ai no exterior são intensas. Na Alemanha, ele é uma sensação. Além da exposição no Martin-Gropius Bau, alguns cinemas alternativos exibem o documentário Ai Weiwei: The Fake Case, que mostra como o artista lida com a falta de coerência da justiça chinesa, com a sensação de ser vigiado o tempo todo e com seus traumas da prisão. Em paralelo, a vida de Ai Weiwei continua por meio dos seus novos projetos artísticos e das suas fortes relações com jornalistas e curadores do exterior – que o apoiam e o admiram de uma forma que chega a ser constrangedora. Recomendo o documentário para enriquecer a visita na exposição.

Lembrança de Shangai, o que sobrou do estúdio de Ai Weiwei demolido pelo governo pouco antes da inauguração, em 2011
Lembrança de Shangai, o que sobrou do estúdio de Ai Weiwei demolido pelo governo pouco antes da inauguração, em 2011

Ai Weiwei mistura fotografia, documentários, instalações e esculturas que possuem elementos da Dinastia Han, até as tintas metálicas  usadas hoje em dia por montadoras alemãs. Entre esses dois abismos há aço retorcido dos escombros do terremoto que devastou a região de Sichuan, mármore, pedra jade, bronze, madeira, computadores, câmeras… todas as evidências que o artista considera importante para chamar a atenção das pessoas e mostrar que a China não é apenas um dos motores da economia global, mas permanece um regime totalitário e atrasado, pois o respeito aos direitos humanos e à liberdade de expressão ainda não é prioridade do governo para com seus cidadãos. Assim, Ai Weiwei continua fazendo seu trabalho quase que remoto: preso no seu país, ele trabalha para o Exterior para que o resultado venha a dar efeito por lá.

Crítica e ironia. Não importa o lugar, "dane-se" o governo.
Crítica e ironia. Não importa o país ou o regime, “dane-se” o governo.

O quê: Exposição Ai Weiwei Evidence
Onde: Martin-Gropius Bau  Berlin Niederkirchnerstraße 7
10963 Berlin
Quando: Todos os dias, até o dia 7 de julho, 10h-20h
$: 11 Euros

 

Arctic Monkeys 07.06.14

Daqui a menos de um mês, Berlim recebe os Arctic Monkeys no Zitadelle Spandau, que possui uma arena a céu aberto no sudoeste de Berlim. Os ingressos saem por cerca de 50 Euros (R$ 150). Como o lugar é grande, há bastante ingressos, que podem ser comprados online pelo site da Eventim.

A temporada de verão está só começando. Confere aqui nas próximas semanas os principais destaques da música indie que vão passar por Berlim.

O quê: Show do Arctic Monkeys
Quando: 07.06.14, sábado a partir das 16h30min
Onde: Zitadelle Spandau (Am Juliusturm 64, 13599 Berlin)
Quanto: A partir de 49,45 Euros, disponíveis nas Theaterkassen espalhadas pela cidade ou online pelo Eventim.de