Arquivo da tag: dia a dia

Prontos para o fim de ano em Berlim?

Mid-November, dias terminando às 16h, ruas enfeitadas, mercados de Natal e até “black Friday” abriram essa semana a temporada de fim de ano em Berlim.

Na Friedrichstr. também tem um mercado de Natal
Na Friedrichstr. também tem um mercado de Natal

O tempo semana passada foi um belo exemplo que faz muita gente temer a vida na Alemanha. Mas de vez em quando o céu nos presenteia com belas paisagens no amanhecer, como a da foto em destaque. Mas pra curtir a mistura de rosa, laranja e azul é preciso madrugar.

Berlim está pronta pro inverno e pro final de ano. Quem vem nas próximas semanas deve se preparar para o frio. Hoje, a máxima não passou de 3oC.

No final de semana os raios de sol do meio-dia fizeram muita gente sair de casa pra tirar o mofo. Nós fomos passear no caminho do Muro de Berlin (Berliner Mauerweg) que começa nos arredores bifurcação da Bornholmer Str. e vai até o Mauerpark em Prenzlauer Berg. O caminho ali é dividido entre ciclistas, cães, atletas de final de semana e pais com seus bebês (eu). Como é muito frio pra ir no parque, o jeito é levar os filhos num Eltern-Kind Café, onde, como diz o nome, pais podem tomar um café, comer alguma coisa e deixar as crianças soltas para brincar. Alguns possuem inclusive piscina de bolinhas, livros e um monte de brinquedos. É uma alternativa para evitar olhares tortos de outros clientes e para os bebês ficarem soltos sem que a gente tenha que correr atrás o tempo todo – por isso, no final de semana, às vezes é preciso fazer reserva porque bomba. Ainda vou fazer um post só sobre isso.

Berliner Mauerweg: passeio na domingueira
Berliner Mauerweg: passeio na domingueira

Como tive que resolver várias coisas pra garantir um passagem de ano tranquila, registrei algumas paisagens bonitas da cidade. Dá uma olhada:

Spree, Torre da TV e Ilha da Museus vistas da Friedrichstr.
Spree, Torre da TV e Ilha da Museus vistas da Friedrichstr.
img_9035
Spree e Torre da TV dessa vez pelos arredores de Jannowitzbrücke

E como ninguém vive só de paisagens, também temos nosso lado foodie. Fui matar as saudades do Dada Falafel – fast food “slow” e cult em Oranienburger Tor e do Wonderpots, na frente do Grimm Zentrum. Recomendo muito!

Dada Teller: um pouco de cada especialidade da casa por 8 Euros.
Dada Teller: um pouco de cada especialidade da casa por 8 Euros.
Frozen yogurt from heaven <3
Frozen yogurt from heaven <3

 

Últimas de Berlim

Teve de tudo nessa semana, queda na temperatura, sol, e, de novo, muita chuva e tempo cinza. Pra quem pretende vir à Berlim nos próximos dias é bom se preparar porque é capaz de nevar. Escrevo aqui as últimas de Berlim, ou ao menos aquilo que foi relevante pra mim nessa semana que termina.

Na quinta-feira o sol apareceu depois de três dias sem dar as caras. Cheguei a flagrar gente parada no meio da rua de olhos fechados curtindo a luz do sol no rosto. É impressionante como o tempo, principalmente o sol, pode servir de antidepressivo pros berlinenses e seus expatriados.

Aproveitei o dia bonito pra tirar um foto da vista do meu escritório. Berlim pode não ser a cidade mais linda da Europa, mas ainda assim, provoca uma paixão inexplicável e compulsiva em certas pessoas como eu.

o céu sobre Berlim

Visitei essa semana o café Westberlin, na Friedrichstr. Super cool, com uma seção de livros de comunicação e design. O chocolate quente deles  de 200ml custa € 3,60 – caríssimo, mas bem melhor do que muita coisa meia-boca de Starbucks e afins. Pena que não tirei foto.

Mas a trégua não durou muito e o final de semana nos recebeu de cara fechada. Aqui muita gente fala que não existe tempo ruim, mas roupas erradas. Mas sério, chuva pesada e dia terminando às 16h30min obriga qualquer um a ficar em casa. Saí sim, pra ir no supermercado que, como em todos os sábados, fica tão cheio como se a terceira guerra mundial fosse começar no dia seguinte. Tem promoção de Milka no Rewe, a barra de 100g sai por 0,79 centavos. Mas segurei a onda e só tirei uma foto. As minas do insta piraram.

img_8812
Vai um chocolatinho aí?

Como não temos como mudar o tempo, o jeito é curtir em casa. Fiz uma sopa com base de molho de tomate, cenoura, batata, batata doce, massinha e salsichinha wiener que encontrei no livro “Familie in Form” (hahahah). Pra acompanhar, um vinhozinho branco da França. Não posso reclamar da vida.

Cardápio de outono: a noite de sábado foi assim.
Cardápio de outono: a noite de sábado foi assim.

E por último, mas não menos importante: depois de sete anos de espera, vou ver o show do Wilco na segunda-feira. Comprei o ingresso há um ano e venho esperando bem feliz. Não vejo a hora.  Wilco e sua Alemanha Impossível me acompanham nessa jornada de quase 8 anos nesse país aqui.

Schmiiiilcooo do Wilco <3
Schmiiiilcooo do Wilco <3