Arquivo da tag: tradições

Casamento na Alemanha – Pequeno manual de etiqueta

Estive em um casamento semana passada e tive a ideia de escrever um pequeno texto para ajudar quem vai a um em breve ou pensa em casar na Alemanha. Diferente do Brasil, os casamentos na Alemanha tendem a ser mais simples e informais e não ocorrem com tanta frequência. Mesmo assim, não deixam de ser bonitos e especiais.

Cerimônia civil
Como no Brasil, alguns casais optam por oficializar a relação só no civil. Os noivos recebem um número pequeno de convidados (até no máximo 50 pessoas, de acordo com o tamanho do lugar). Os casamentos civis são realizados no Standesamt, que pode ser um prédio simples ou uma construção histórica, e ocorrem geralmente no final da manhã (11h).

Após marcar a data e reunir toda a papelada, o casal encontra-se com o escrivão (Standesbeamter) que realizará o casamento para contar um pouco de sua história. Para tornar a cerimônia mais pessoal e mais bonita, ele resume a história do casal antes de começar com as formalidades. Dependendo do Standesamt, é possível colocar uma música ou de contratar um cantor. Nesse casamento que fomos, uma moça cantou e tocou teclado. O som estava tão bom que eu jurei que era um CD. Os noivos podem optar por fazer um pequeno discurso  durante a troca das alianças. Após o encerramento, eles recebem os cumprimentos dos convidados e geralmente oferecem um pequeno brinde (Sektempfang).

Noivos na cerimônia civil
Noivos na cerimônia civil

No caminho para a recepção, os convidados acompanham o carro dos noivos e fazem um buzinaço. Bem comum também entre a comunidade turca aqui em Berlim.

A celebração após a cerimônia varia de acordo com o gosto dos noivos. Pode ser um almoço em um restaurante, um pequeno buffet em uma locação ou até um grande piquenique no parque.

Cerimônia religiosa
O casamento religioso também costuma ocorrer de dia (entre 11h e 14h) A maioria das igrejas na Alemanha é protestante, por isso, mulheres também podem realizar a cerimônia. Além de marcar a data com bastante antecedência (pelo menos seis meses, pois no verão, a procura ainda é maior), marca-se também um encontro com o pastor para organizar detalhes como som,  passagens ou frases bíblicas sobre o amor. e os cantos – e os convidados também devem cantar. É preciso escolher entre duas a três canções que serão cantadas durante a cerimônia – músicas que não precisam necessariamente ser da igreja.

O pastor tocou violão, foi muito fofo.
O pastor tocou violão, foi muito fofo.

Não há espaço de destaque para padrinhos e madrinhas. Geralmente há um padrinho, que é um grande amigo do noivo. Eu escolhi minhas madrinhas, mas ela só sentaram na primeira fila (perdão, gurias). Isso, no Brasil, é bem mais legal. Quando mostro minhas fotos do casamento no Brasil, com sete casais de padrinhos, as pessoas acham engraçado aqui.

Por isso, não há cortejo na cerimônia. O noivo aguarda a noiva no altar. Ela entra na igreja levada pelo pai e era isso.

Acredito que é possível fazer diferente, mas como casei no Brasil e aqui, eu deixei a cerimônia daqui ser feita de acordo com o que foi sugerido pelo pastor e acordado pela família do meu marido.

No casamento religioso, os noivos sentam durante a cerimônia, em duas cadeiras colocadas em frente ao altar.

Após a cerimônia, os noivos recebem os cumprimentos dos convidados na frente da igreja. Logo após, os mais próximos se deslocam para a recepção também fazendo um buzinaço seguindo o carro dos noivos.

Como o casamento ocorre de dia, os convidados geralmente são recepcionados com um buffet para o almoço. E a celebração geralmente vai longe. Na metade da tarde serve-se o “Kaffee / Kuchen” (café com bolo) e, para os que ainda têm forças, pode haver um churrasco durante a noite e uma pista de dança. Prepare-se para um longo dia de festa e manere na bebida, pois os alemães têm mais resistência ao álcool do que nós e eles bebem bastante.

Tradições

Há diversas tradições, como prendas que os noivos devem pagar, feitas pelos “amigos”, vizinhos ou familiares do casal. Nesse que fomos, os noivos precisavam cortar juntos, dividindo uma tesoura, faixas de papel crepom. Isso representa os obstáculos no caminho.

"Cortando" os obstáculos juntos
“Cortando” os obstáculos juntos

Outra (que eu tive que passar), foi ter que sentar num carrinho de mão decorado com flores, com aquele vestido enorme, e ser levada pelo meu marido até a entrada da festa. Em cada pausa, o casal deveria se “abastecer” com uma dose de schnaps (qualquer destilado barato).

"Essa é a onda, essa é a onda do carrinho de mão... pá pá"
“Essa é a onda, essa é a onda do carrinho de mão… pá pá”

O mais difícil de todos, na minha opinião, é serrar um tronco de árvore. Cada um pega um lado do serrote para cortar um tronco e provar que vai superar as dificuldades juntos. Tudo bem, é algo simbólico que tem um significado bonito, mas às vezes, dependendo do tamanho do tronco, pode ser cruel. Como casamos no alto verão e fomos “presenteados” com um tronco gigante, meu marido suou tanto que teve de trocar a camisa. Comigo, foi a maquiagem e o cabelo que cederam antes do planejado. Mas tudo bem, é tradição e é super divertido para quem olha.

Prendinha...
Prendinha…

 

...prendão :(
…prendão :(

 

As crianças convidadas costumam trazer flores para a noiva. Isso é muito bonitinho.

Traje

Não tenho muita experiência em casamentos aqui ainda, mas como falei no começo. a festa é encarada com menos formalidade. Por isso, não se assuste se alguém aparecer de calça jeans ou até mesmo de chinelo. Na dúvida, pergunte aos noivos para evitar desconforto com roupas muito formais (ex. salto alto quando a festa será no campo, terno e gravata quando a cerimônia será um churrasco no parque). Nesse casamento que eu fui, nas montanhas, muitas pessoas estavam arrumadas na cerimônia, mas levaram roupas confortáveis (e digo, bermuda e chinelo mesmo), pois a celebração foi bem informal. Mas, novamente, isso depende muito do estilo dos noivos.

Não perca tempo com vestidos longos e saltos altos. Vestidos mais trabalhados ou de tecidos finos na altura do joelho são coringas. Para os homens, o figurino não varia muito. Calça e camisa social não dão chance para erros. Gravata também é opcional.

Presentes

Na hora de dar um presente, não esqueça do cartão, que é sempre legal para guardar de recordação. Ainda não soube de um casamento com lista de presentes em uma determinada loja. Geralmente os convidados trazem algo para a casa (um livro de receita, um pequeno jogo de louça, chocolates, etc.) ou presenteiam os noivos com dinheiro.

Espero que essas dicas sejam úteis. Insisto em repetir que essas são as impressões de quem não tem muita experiência no assunto, mas acredito que pode servir para se ter uma ideia sobre como é um casamento na Alemanha. Adoraria ouvir outras histórias nos comentários :)